Carvão ativado

Lemos na Wikipédia que o carvão ativado “é um material de carbono com porosidade bastante desenvolvida” e “tem a capacidade de coletar seletivamente gases, líquidos ou impurezas no interior dos seus poros, apresentando portanto um excelente poder de clarificação, desodorização e purificação de líquidos ou gases.” 

Na realidade o carvão é carbono.

Torna-se ativado ao ser tratado com oxigênio que vai abrir uma infinidade de minúsculos poros, o que lhe confere uma imensa capacidade adsortiva. Estima-se que tem capacidade de adsorver centenas de vezes o seu peso. Se desejar, veja mais informações em Wikipédia

Adsorver é a capacidade de atrair e reter outras substâncias, tais como toxinas, partículas e moléculas voláteis, inclusive aquelas que provocam mal odor. 

Existem hoje mais de 1000 aplicações em uso do carvão ativado: em mineração do ouro, produção de produtos alimentares, purificação da água e muitas outras.

Aplicações em saúde

É muito antiga a utilização de carvão em problemas de saúde.

Médicos do antigo Egito já recomendavam o carvão para diversas enfermidades. Consta que Índios Norte Americanos usavam o carvão para infecções da pele. O uso médico do carvão é anterior ao Papiro Egípcio Ebers de 1500 B.C. e com Hipócrates (400 B.C.) o seu uso estava indicado em epilépticos e doentes com Antraz. Após o processo de ativação ( 1870 a 1920) as publicações médicas passaram a divulgar o uso do carvão ativado para distúrbios intestinais e como antídoto nos casos de envenenamento.

O carvão ativado vem sendo usado há muito tempo em situações emergenciais de envenenamento oral, na medida em que pode adsorver grandes quantidades do veneno no estômago. Atualmente o carvão ativado passou a fazer parte do arsenal de enfrentamento das feridas crônicas como desinfetante e desodorizador, como veremos mais adiante.

Pasta para clareamento dentário, sabonetes, cremes corporais e – como não poderia deixar de acontecer – máscaras de proteção contra o COVID-19 – podem ser encontrados em abundância no comércio varejista. No caso das máscaras é preciso ter muito cuidado com as falsificações, pois produzir carvão ativado é um processo sofisticado e exige tecnologia avançada.

Sua aplicação em medicina

É muito antiga a utilização de carvão em problemas de saúde.

Médicos do antigo Egito já recomendavam o carvão para diversas enfermidades. Consta que Índios Norte Americanos usavam o carvão para infecções da pele. O uso médico do carvão é anterior ao Papiro Egípcio Ebers de 1500 B.C. e com Hipócrates (400 B.C.) o seu uso estava indicado em epilépticos e doentes com Antraz. Após o processo de ativação ( 1870 a 1920) as publicações médicas passaram a divulgar o uso do carvão ativado para distúrbios intestinais e como antídoto nos casos de envenenamento.

O carvão ativado vem sendo usado há muito tempo em situações emergenciais de envenenamento oral, na medida em que pode adsorver grandes quantidades do veneno no estômago. Atualmente o carvão ativado passou a fazer parte do arsenal de enfrentamento das feridas crônicas como desinfetante e desodorizador, como veremos mais adiante.

Actisorb Plus – Antes Sysstagenix, agora 3M

Aplicação em feridas

A experiência de quem lida com o tratamento das feridas crônicas deixa muito claro os efeitos negativos provocados pelo mal odor na qualidade de vida desses pacientes. Muitos relatos conhecemos envolvendo essa questão na vida familiar. De forma que neutralizar esses odores é uma tarefa inadiável. E a capacidade adsortiva do carvão ativado pode neutralizar essas partículas voláteis emanadas das feridas.

Não cabe aqui descrever os processos metabólicos envolvendo os tecidos necróticos, bactérias dos mais diferentes tipos e outros fenômenos responsáveis pelo mal cheiro de certas feridas.

É sabido que a presença de infecção por aeróbios e anaeróbios está associada ao mal odor. Portanto, o combate à infecção, de todas as maneiras disponíveis, é mandatório nesta questão.

Enquanto a causa do mal odor não estiver resolvida, os curativos baseados na tecnologia do carvão ativado e na sua capacidade de adsorver partículas voláteis, mal cheirosas ou não, podem melhorar muito a vida social de nossos pacientes.

Indicações principaisAdsorção de mal odor. Neste caso, pode ser usado como curativo secundário
Feridas infectadas quando o carvão ativado estiver associado à prata
Drenagem de exsudato leve a moderado
Desvantagens:Dependendo do formato de fabricação, não pode ser cortado.
Maceração do entorno quando usado em feridas muito exsudativas
Em algumas apresentações os bordos da embalagem contendo o pó de carvão ativado pode traumatizar peles muito friáveis quando sob terapia compressiva (Unna, multicamadas, etc)

Actisorb Silver 220Antes Systagenix, agora 3M-KCI
Curatec carvão ativado AgCuratec
Act Carbon AgCasex
CarboFLEX Odor ControlConvatec
Produtos contendo Carvão Ativado

Sugestões de leitura

  1. Effect of activated charcoal dressings on healing outcomes of chronic wounds – J.C. Kerihuel, MD, Scientific Manager, Vertical, Paris, France.
  2. Acute and Chronic Wounds. Currente Management Concepts – 3ª edição; Cap.22; Oncology-Related Skin Damage; Margaret T. Goldberg & Margaret Mcginn-Byer
  3. Müller, G.,Winkler, Y., Kramer, A. Antibacterial activity and endotoxin-binding capacity of Actisorb Silver 220. J Hosp Infect 2003; 53: 3, 211-214.
  4. A Comprehensive Review of Topical Odor-Controlling Treatment Options for Chronic Wounds.Akhmetova A, Saliev T, Allan IU, Illsley MJ, Nurgozhin T, Mikhalovsky S.J Wound Ostomy Continence Nurs. 2016 Nov/Dec;43(6):598-609

Autor: JOSE AMORIM DE ANDRADE

Médico. Especialista em tratamento de feridas crônicas dos membros inferiores. Leitura e fotografia seguem juntos por onde vou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s